domingo, 6 de setembro de 2009

Temos que Valorizar mais o nosso País

Aconteceu essa semana um fato inusitado no aeroporto de Fiumicino em Roma; A Senadora Patricia Saboya, ex esposa de Ciro Gomes, após problemas no vôo, onde sua acompanhante, que tem problemas de rinite alérgica, espirrou por algumas vezes, causando incômodo em alguns passageiros, os comissários de bordo conseguiram conter o tumulto, porém chegando em solo foram abordadas pela imigração, e "convidadas" para uma nova revista nas bagagens.Segundo a Folha On Line, pelo menos 10 policiais cercaram as duas, a senadora tentou argumentar que era parlamentar, mas de nada adiantou. Após tentar contato com a embaixada brasileira, nao conseguiu retorno imediato, e começou a gritar, com a intenção de constranger os policiais, a estratégia deu certo e acabou sendo liberada. Colegas da Senadora, inclusive o presidente da comissão de relações exteriores divulgaram nota de protesto, cobrando explicações das autoridades Italianas.


Por Ricky Mascarenhas

O que mais me incomoda é a forma que alguns sites e Blogs trataram do assunto. Em especial, um Blog de uma BRASILEIRA, que mora na Itália, falando sobre o fato. A Matéria já foi iniciada da seguinte forma: "Senadora tentou cantar de Galo na terra de Berlusconi e se deu Mal", com o título assim:"Aqui não é Brasil Senadora".

Eu fico me perguntando o porque deste "desprezo". Como Brasileiros, deviamos ficar chocados com tal acontecimento, bem porque não só os italianos como qualquer outro europeu, são tratados por nós sempre com muito respeito, quando em nossas terras chegam.

Ao fim da referida postagem da Blogueira Brasileira, ela diz:

"Preconceito contra a mulher brasileira? Tenha paciência. Brasileira, na Itália, é - não raro - sinônimo de prostituição e, nem por isso, fui barrada em algum lugar, fui desrespeitada ou descriminada. Se a senadora sentiu-se assim, é porque tem pouca instrução sobre os reais motivos de tanta cautela. Não raro, os brasileiros entram na Itália para cometer crimes. É o preço que se paga por vir de um país exportador de prostitutas, travestis, clonadores de cartão de crédito e traficantes.

Parabéns à polícia italiana que deteve uma suspeita de trazer o vírus da gripe para cá. Pena que a soltaram tão rápido"

Se os italianos pensam desta forma, o problema é deles, mas o que mais me incomoda é isso ter sido escrito por uma brasileira. Morei na Itália e quando retornei em julho deste ano, todos os passageiros foram abordados, entrevistados e examinados no aeroporto de Salvador, em virtude da Gripe Suína.

Conheci quando estive por lá, Brasileiros(as) trabalhadores, honestos, que buscavam uma vida melhor, e muitos como eu por exemplo, teve a falta de sorte de trabalhar com Italianos, e não receber pagamentos, sermos humilhados, não porque dizem que Brasileiro(a) só exporta prostituta, travestis e mais, e sim porque o Italiano, sem generalizar é claro são mal pagadores sim.

Os Marroquinos e os Romenos praticamente acabaram com a Itália, como roubos, com muita coisa errada, porém a união deles é enorme, vai alguém falar mal da terra deles.

Alguns podem até dizer, "ahhh! O Brasil é terra de politicos corruptos", tá bom, mas os politicos italianos são santinhos, e como são, o Sr.Berlusconi então... ai ai.

Existem sim, muitas prostitutas e travestis por lá, mas não somente brasileiros(as), fazer o que, em todo lugar existe, mas os Italianos adoram e pagam pequenas fortunas por meia hora de "prazer" com nossas(os) brasileiras(os). Se dizem que o Brasil é um pais exportador de prostitutas e travestis, a Itália importa, e com muita alegria.

4 comentários:

Edilza Nascimento disse...

Parece que a nossa "conterrânea" foi contaminada com o germe do fascismo xenofóbico, que se cultiva por lá rsrsrs. Ela que fique por lá. O problema com alguns brasileiros é pensar que a grama do vizinho é sempre mais verde. A nossa grama é ótima. Na itália, o pais da máfia, também tem prostituição e todas as coisas ruins que encontramos por aqui como os politicos corruptos. A questão é que a nossa veio junto com a colonização e nesse pacote também estão incluidos os italianos.

Dani disse...

Serà que eu sou a ùnica brasileira que morando na Itàlia dà a cada dia mais valor ao nosso paìs (Brasil)?! Um detalhe...na Itàlia morreu pouca gente de gripe suìna porque o inverno ainda nao chegou...
Enfim, acho que essa nossa conterranea vive um uma Itàlia diferente da que eu vivo, sò pode ser...
Abs!

Drika disse...

Esta discriminação é resultado de nossa própria falta de união.
Como grupo, o Brasil sempre funcionou na base do cada um por si e se me perguntarem, nem falem que sou brasileiro... dá nisso!
Não adianta lembrar que é brasileiro só quando tem Copa do Mundo, é preciso entender de uma vez por todas o que é cidadania e praticá-la.
Porque nossa atitude de defender o meu e que os outros se danem nos criou esse problema... simples assim.
Abs,
Drika

Erick Figueredo disse...

Esta brasileira que renega sua origem e tradição deve ser ligada à máfia.
A Itália não é melhor que o Brasil. E a brasileira é digna de pena.