sábado, 31 de outubro de 2009

Profissionais de Itacaré aprenderão inglês e espanhol pelo “Olá, Turista!”


Itacaré conseguiu 23 vagas para os cursos de inglês e espanhol on-line e gratuitos oferecidos pelo projeto “Olá, Turista!”, do Ministério do Turismo. A Secretaria Municipal de Turismo foi a articuladora junto ao Governo Estadual para que a cidade também fosse contemplada. “Itacaré é o terceiro destino mais procurado da Bahia e não poderia ficar de fora dessa iniciativa, que visa o atendimento aos visitantes durante a Copa de 2014”, declarou a secretária Diana Quadros.

O “Olá, Turista!” é voltado a profissionais que atuam diretamente com atendimento ao público. Em Itacaré, as primeiras vagas foram direcionadas a guias, policiais civis, agentes de trânsito, condutores de táxis e vans, além de membros do Instituto de Turismo de Itacaré (ITI) e Associação dos Comerciantes e Empresários do Ramo Turístico de Itacaré (ACERTI).

A Secretaria de Turismo organizou o cadastramento dos alunos no site do projeto, fornecendo login e senha a cada um. A primeira etapa do projeto foi iniciada em setembro e está em andamento.Os cursos do “Olá, Turista!” serão divididos em três módulos: básico, regional e profissional. Com aulas ministradas pela internet, os alunos têm acesso à tutoria, biblioteca virtual e roteiros de atividades on-line, no site www.olaturista.org.br. Segundo Diana Quadros, o objetivo é que os profissionais de Itacaré possam falar inglês e espanhol fluentemente. “Chega de mímicas ou informações confusas. Em Itacaré, os turistas serão atendidos com eficiência e alto padrão”, afirmou.O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera a capacitação profissional a base para que a evolução do turismo no município. Outros cursos de qualificação profissional também estão sendo articulados. O último conseguido, em parceria com o ITI, foi a Carreta Móvel do SENAC. “Queremos que a população nativa seja valorizada e esteja apta a oferecer serviços de qualidade. Assim, poderão incrementar seus rendimentos, cuidar melhor do patrimônio e ocupar melhores postos de trabalho”, declarou.

Do A Península

Um comentário: