sábado, 1 de novembro de 2008

Violência doméstica tem de ser traduzida como violência do Homem

Por Ana Maria Bruni

Violência doméstica tem de ser traduzida como Violência do Homem! É o homem que agride, é o homem que ameaça, que intimida. O agressor é o homem!

Entrevista de Ana Maria C. Bruni – Tema: “Violência contra Mulher”, exibida pelo programa Rede Bahia Revista – Afiliada Rede Globo – TV Santa Cruz, em 05/08/2007, Apresentadora: Carolina Rosa.

A Dor, não aquela física, mas aquela que atinge na alma! Este dano é irreparável! È eterno! E para isto, nós temos que ter este respeito, precisa haver outro tipo de atitude, e agora! Nós não podemos..., eu não posso deixar para a sua geração essa carga, não posso, já deixaram para minha. Eu não posso mais. Nós demoramos para perceber, demoramos para acordar.

Comunidade 'Lei Maria da Penha : N° 11.340'.

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=20831555

http://www.nossosdireitoshumanos.blogspot.com/

http://www.leimariadapenha.blogspot.com/

http://www.territoriomulher.com.br/

Um comentário:

Germano disse...

No dia que as Mulheres entenderem que existe uma grande diferença entre Discussão em busca de acertos e ataques com xingamentos, palavrões, ofensas morais, talvez assim, a violência do Homem fique reduzido apenas em casos que envolva embriaguez.

O Problema que percebo nas Mulheres que são agredidads pelos seus companheiros (geralmente são eles) é a falta do bom senso, da falta da "noção do Perigo" que a cerca nesse momento tão crítico.

.