quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Ou é falta ou é excesso de água

Ricky Mascarenhas

Acho que de tanto rezarmos pra chover, os pedidos foram acumulados, porque o que choveu hoje em Itabuna foi de dar medo. Mais uma prova das limitações de saneamento da cidade. Em 10 minutos, a cidade já estava alagada. Observei de perto, do centro o que acontecia. Nas intermediações do Fórum Rui Barbosa, eu vi as ruas paralelas, e a Av. Amélia Amado completamente alagadas. Observei também garrafas Pet, e até caixas de papelão circulando em direção aos bueiros. Carros quebrados, pessoas tentando atravessar as ruas quase a nado, e até um cachorrinho tentando atravessar. Tentei tirar algumas fotografias, mas confesso, que devido aos trovões e os raios intensos fiquei receioso. Não canso de dizer, nossos governantes precisam olhar mais pra cidade, tratar de todos os assuntos, mas a população precisa fazer a sua parte também, pois a quantidade de lixo, de garrafas de plástico, caixas que atravessavam as ruas, eram absrudas.

Fiquei preocupado. Foi pouco tempo de chuva e a cidade ficou do jeito que ficou. Imagine uma chuva deste volume e com maior durabilidade ? Queira Deus, que consequências maiores não apareçam, como pessoas desabrigadas, e desabamentos. Conheço gente que perdeu muita coisa, mas a casa ficou intacta. Vamos aguardar pra saber.

Deus proteja nossa cidade e todos nós.
.

Um comentário:

Cris disse...

Vivo dizendo isso no meu blog, a falta de reciclagem do lixo, o efeito estufa, o desmatamento.... Isso que você viu, amigo, é só o começo. Sucesso.